PESQUISA DO SITE

Vaginite em cães: sintomas e tratamento

Geralmente uma doença como vaginite(inflamação da vagina), os cães jovens sofrem. Como regra, esta doença ocorre em combinação com vulvite e vestibulite. Se você perceber que seu cão está constantemente lambendo um laço, sem estro, então isso já é uma desculpa para entrar em contato com o veterinário. Outro sinal de que você precisa ir com um animal de estimação para o médico é que um líquido viscoso é liberado do loop, que você pode ver na mobília ou no tapete.

Causas

Vaginite em cães aparece por várias razões. Vamos considerá-los agora.

Geralmente há vaginite juvenil em um cachorro,que ainda não atingiu a puberdade. A principal razão neste momento é uma diminuição na norma de estrogênios no sangue. No contexto desta doença, a resistência do trato genital mucoso a substâncias irritantes do exterior reduz-se. E isso, por sua vez, certamente facilita o processo de introdução e posterior reprodução da microflora patogênica.

vaginite em cães

A inflamação de saída do útero é também a causa da vaginite em cães.

A próxima causa da doença -trauma mucoso durante a relação sexual, durante o parto, durante as manipulações médicas ásperas. Porta de entrada para a penetração de bactérias patogênicas (enterococos, estafilococos e outros) é apenas o tecido lesionado.

Por que mais a vaginite ocorre em cães? Tal doença pode ocorrer com imunidade reduzida do animal contra o pano de fundo, devido a higiene inadequada, nutrição desequilibrada. A infecção por vermes também pode provocar o aparecimento de vaginite. Outra razão é o uso inadequado de antibióticos. Devido a isso, a microflora normal da vagina é quebrada, aparece disbacteriose, o que leva ao aparecimento de vaginite em cães.

Bactérias também podem entrar na mucosa de um animal durante o acasalamento.

Vaginite em cães: sintomas da doença

Os sinais característicos desta doençasão vulva edematosa, vermelhidão da membrana mucosa. Outro sintoma é um exsudado inflamatório do lombo do cão. Pode ser de cores diferentes (branco, esverdeado, etc.).

vaginite juvenil em um cão

Outros sinais da doença:

  • o cabelo ao redor dos genitais é colado;
  • coceira (pentear e mordiscar a vulva);
  • o animal está inquieto;
  • o aparecimento de sangue ou pus;
  • às vezes há um aumento na temperatura.

Formas de doença, sinais

O processo inflamatório pode ocorrer na forma de vaginite catarral-purulenta, fleugmótica, serosa e diftérica. Agora descrevemos exatamente como cada espécie aparece.

tratar a vaginite em um cão

  1. Tipo flegmonoso. O corrimento vaginal pode ser cinza ou marrom com um odor argiloso. Além disso, o aparecimento de resíduos de diferentes tecidos não é excluído.
  2. A vaginite catarral se manifesta como secreções turvas, incolores e aquosas. Hemorragias e feridas (pequenas em tamanho) podem ser vistas na membrana mucosa.
  3. A aparência serosa é caracterizada por descargas amarelas e translúcidas.
  4. Vaginite juvenil em cães. É caracterizada por secreções cremosas translúcidas.
  5. Vaginite crônica é exsudado amarelo, sua consistência se assemelha ao creme azedo.
  6. O tipo de Dipheritic pode determinar-se pelas seguintes características: sangrar com um odor desagradável, febre.
  7. A vaginite purulenta-catarral é caracterizada por secreções espessas com pus. Na mucosa pode ver múltiplas erosões e úlceras.

Tratamento da doença Quais métodos são usados?

Naturalmente, é necessário começar a tratar a vaginite em um cão o mais rápido possível, a fim de evitar complicações. Mas isso deve ser feito sob a supervisão de um veterinário.

tratamento da vaginite em cães

Como regra, a vaginite juvenil em cães não érequer tratamento. Geralmente passa após o início do primeiro cio. Outros veterinários oferecem seu método de tratamento. É necessário injectar preparações de estrogénio de três dias numa dose mais baixa (para uma injecção, a substância activa requer de 0,1 a 0,6 mg).

Tratamento da vaginite em cães com hormonalRaramente é usado com drogas, uma vez que tais eventos nem sempre dão um resultado positivo, mas um efeito negativo (desequilíbrio hormonal pode aumentar ainda mais) se manifesta em quase todos os casos.

Para atribuir o tratamento correto ao cãoretirado do esfregaço da vagina. Ele é enviado para o laboratório. Eles realizam vários testes para determinar a sensibilidade da microflora resultante a vários agentes antimicrobianos. Dos resultados depende da escolha de drogas.

Para animais maduros quase nuncatratamento local sem antibioticoterapia geral é usado. Estes fundos são usados ​​com uma severidade alta da doença (com a forma flambônica e diphtheritic).

Para parar o processo patológicoforma purulenta-catarral e catarral nas membranas mucosas causam pomadas que possuem propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas. Para facilitar a aplicação do produto, use uma espátula de plástico ou uma seringa.

Para o tratamento desta doença podeusar prednisolona, ​​estreptocida, sintomicina, pomada oxicortica e outras. Qual deve ser a dose para uma única injeção? Cinco a dez mililitros.

Às vezes é usado para tratar douching com uma solução de "Furacilin", permanganato de potássio ou "Miramistina". O tratamento deve ser realizado diariamente até que o animal esteja totalmente curado.

sintomas de vaginite em cães

Prevenção da doença. Quais medidas se aplicam?

Para a prevenção da doença é seguir as seguintes recomendações:

  1. Observe a higiene básica do cão.
  2. É necessário monitorar a imunidade do animal.
  3. Deve ser adequado e equilibrado alimentar o animal de estimação.
  4. É necessário que o animal tenha micronutrientes e vitaminas suficientes.
  5. O caso precisa ser feito apenas com um cão completamente saudável.
  6. A vacinação deve ser oportuna.

Conclusão

Agora você sabe o que é vaginite em cães. Nós consideramos seus tipos e sintomas. O tópico do tratamento também foi levantado. Esperamos que o nosso artigo tenha sido útil para você.

  • Classificação:



  • Adicione um comentário